Joe Skipper/Reuters
Joe Skipper/Reuters

Nasa define datas de missão não tripulada à Lua; veja cronograma da Artemis I

Aventura no espaço é previsto pela agência americana como o primeiro passo para conseguir ter uma presença humana duradoura no satélite natural da Terra; ida a Marte também está nos planos

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2022 | 23h38

A agência espacial americana (Nasa) espera que a Artemis I, a primeira missão não tripulada do programa de retorno à Lua, comece entre o fim de agosto ou início de setembro. Esse será um passo essencial, na visão da Nasa, para estabelecer presença humana duradoura na Lua, enquanto a Nasa se prepara também para dar um salto ainda maior, até Marte.

O diretor da missão Artemis, Mike Sarafin, disse na quarta-feira, 20, que está trabalhando com as datas de 29 de agosto, 2 de setembro e 5 de setembro como possíveis dias para o lançamento da espaçonave. Ele lembrou que 20 de julho é o aniversário de 53 anos do pouso da Apollo 11 na Lua, “uma boa lembrança do privilégio que é fazer parte de uma missão como essa.”

"As equipes estão trabalhando no projeto há muito tempo", disse Sarafin, acompanhado pelo administrador associado da Diretoria de Missão de Desenvolvimento de Sistemas de Exploração, Jim Free, e pelo gerente de Operações do Programa de Exploração de Sistemas Terrestres, Cliff Lanham. "As próximas duas semanas darão mais detalhes", disse Serafin sobre a escolha de datas finais de decolagem e testes da equipe.

Há apenas um mês, a missão realizou um ensaio no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, nos Estados Unidos, que consistiu em encher tanques de combustível e fazer contagem regressiva, que teve de ser abreviada após ser detectado um vazamento de hidrogênio no foguete.

Os três primeiros testes haviam sido cancelados em abril por causa de problemas no bombeamento de mais de 700 mil galões de combustível para o foguete Space Launch System (SLS), que levará a cápsula Orion anexada. A Nasa informou que os técnicos do Centro Espacial Kennedy continuam a preparar o foguete SLS e a espaçonave Orion para a Artemis I. 

Durante o trabalho para reparar a fonte do vazamento de hidrogênio, os engenheiros identificaram um encaixe solto na parede interna da seção do motor do foguete. 

Rumo a Marte

A Artemis I é uma missão não tripulada à Lua que vai orbitá-la e retornará à Terra. Mais tarde, a Artemis II fará a mesma viagem no ano que vem, mas desta vez com tripulação a bordo.

Em 2025, a Nasa planeja levar astronautas à Lua na missão Artemis III, a primeira a levar humanos à Lua após mais de meio século.

A última missão em que os astronautas da agência americana pisaram na Lua foi a Apollo 17, que ocorreu em dezembro de 1972./EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.