Nasa prepara sucessor do ônibus espacial para lançamento

O Ares I-X será lançado na próxima terça-feira; veículo foi criado para levar astronautas ao espaço

Associated Press,

20 Outubro 2009 | 15h28

O novo foguete criado pela Nasa para levar astronautas ao espaço, depois da aposentadoria dos ônibus espaciais, chegou nesta terça-feira, 20, à plataforma de lançamento, para realizar um voo de teste na próxima semana, num momento em que o futuro do programa espacial dos Estados Unidos está em jogo.

 

Rússia espera que EUA prorroguem uso de ônibus espaciais

Primeiro teste do sucessor do ônibus espacial é bem-sucedido

Comitê de Obama diz que plano de volta à Lua é impraticável

 

Esta é a primeira vez em 34 anos que um foguete diferente do ônibus espacial é posicionado na plataforma de lançamento 39-B. A Nasa modificou a plataforma para este foguete, parte da arquitetura que um dia poderá levar astronautas de volta à Lua.

 

Mas a Casa Branca pode cancelar esses planos. Um comitê de especialistas dos setor aeroespacial deu ao presidente Barack Obama uma lista de possíveis opções de exploração alternativas ao plano de retorno à Lua, e emitirá um relatório final ainda nesta semana.

 

O Ares I-X tem 100 metros de altura, quase o dobro do ônibus espacial. Imagem: Divulgação/Nasa

 

O foguete experimental Ares I passou a noite viajando do hangar para a plataforma. A viagem de cerca de 7 quilômetros levou mais de sete horas.

 

O veículo decolará na próxima terça-feira, num voo de 2 minutos para demonstrar o desempenho do primeiro estágio, a um custo de US$ 445 milhões.

 

O foguete viaja sobre um veículo especial que o leva para a plataforma. John Raoux/AP

 

Delgado e excepcionalmente alto, com quase 100 metros, ele é semelhante ao que levará astronautas ao espaço, provavelmente a partir de 2015. Mas boa parte da montagem é apenas cenário, e não carregará pessoas ou carga útil.

 

O ônibus espacial, em contraste, tem 56 metros de altura. Os foguetes Saturno V, que levaram astronautas à Lua nos anos 60 e 70, tinham 110 metros.

 

O foguete, na saída do edifício de montagem, a caminho da plataforma. Gary I. Rothstein/EFE

 

O gerente de programa John Shannon disse que o Ares I-X ("X" de "experimental") é seguro o bastante para partir no voo de teste, mesmo com o ônibus espacial Atlantis a meros 2,4 km de distância, na plataforma ao lado.

 

Uma vez lançado, o motor do foguete vai descer de paraquedas sobre o Atlântico, da onde será resgatado para análise.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.