Nasa prorroga missão para instalar laboratório na ISS

O processo de ativação está um pouco atrasado por conta de problemas nos computadores

Associated Press,

14 de fevereiro de 2008 | 13h58

Com duas das três caminhadas espaciais programadas completas, os astronautas a bordo do complexo formado pela Estação Espacial Internacional (ISS) e pelo ônibus espacial Atlantis dedicaram esta quinta-feira, 14, a pôr o laboratório orbital Columbus para funcionar.   A Nasa prorrogou a missão do Atlantis junto à ISS em mais um dia, para dar á tripulação mais tempo para trabalhar no laboratório, a principal contribuição da Agência Espacial Européia (ESA) para a estação.   O processo de ativação está um pouco atrasado por conta de problemas nos computadores, mas os administradores da missão acreditam ter resolvido o bug.   Os astronautas Stanley Love e Rex Walheim deverão realizar uma caminhada espacial nesta sexta-feira, 15, para instalar dois experimentos científicos do lado de fora da estação.    Eles também deverão inspecionar um corrimão defeituoso que pode ter sido responsável por danos em trajes espaciais durante missões anteriores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.