Divulgação
Divulgação

Nasa quer antecipar missão final para manutenção do Hubble

O Atlantis e sua tripulação de sete astronautas deveriam ter sido lançados ao Hubble em outubro de 2008

Reuters,

23 de abril de 2009 | 14h18

A Nasa planeja lançar a última missão de manutenção do Telescópio Espacial Hubble um dia antes do previsto originalmente, a fim de evitar um possível conflito na programação de uso da base de lançamento na Flórida.

 

Hubble celebra 19 anos com imagem de 'Fonte Cósmica'

 

Se a revisão de agenda for aprovada pelos administradores da agência espacial na próxima semana, o ônibus espacial Atlantis decolará em 11 de maio às 15h01 (hora de Brasília), do Centro Espacial Kennedy.

"Estou muito confiante de que conseguiremos fazer o lançamento na data de 11 de maio", disse Leroy Cain, vice-gerente do programa de ônibus espaciais.

 

O Atlantis e sua tripulação de sete astronautas deveriam ter sido lançados em outubro de 2008, mas um defeito em um computador a bordo do Hubble impediu isso. O telescópio vem usando um computador de reserva, e trocar o equipamento passou a ser uma das metas da missão de manutenção.

 

Cientistas dizem que o Hubble, lançado em 1990, é uma importante fonte de dados científicos, que mudou a compreensão da origem e da evolução do Universo, além de  produzir imagens sem precedentes de fenômenos espaciais e dos pontos mais distantes do espaço.

 

Por estar fora da atmosfera da Terra, a 485 km de altitude, o Hubble é capaz de produzir imagens de  grande definição.

 

A antecipação do lançamento daria à Nasa uma janela de três dias para lançar o Atlantis antes de ter de suspender a operação por dez dias, para dar tempo à Força Aérea Americana de realizar operações na base de Cabo Canaveral.

 

O ônibus espacial partilha uma série de recursos, incluindo de segurança, com usuários militares e comerciais da chamada Área de Testes do Leste, que inclui o Centro Espacial Kennedy da Nasa e a Base da Força Aérea de Cabo Canaveral.

 

A área só pode acomodar um lançamento, ensaio de lançamento ou teste de cada vez.  Os militares têm a área reservada por cerca de uma semana, a partir de 14 de maio.

 

A Nasa tem até setembro de 2010 para completar a construção da Estação Espacial Internacional (ISS) e aposentar a frota de ônibus espaciais. A manutenção do Hubble é a única missão restante de um ônibus espacial que não tem como objetivo ajudar na montagem da ISS.

 

Os astronautas do Atlantis deverão realizar cinco caminhadas espaciais para instalar novas câmeras, consertar instrumentos científicos, trocar baterias e giroscópios. O Hubble deve permanecer operacional até 2014, quando será substituído por um telescópio ainda maior e mais poderoso, o James Webb.

Tudo o que sabemos sobre:
hubblenasaatlantisônibus espacial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.