Nasa suspende novos vôos de ônibus espaciais

O acoplamento do Discovery à Estação Espacial Internacional (ISS) nesta quinta-feira poderá ser o último por algum tempo, já que a Nasa decidiu suspender os vôos de ônibus espaciais até solucionar o problema dos materiais que se soltam do tanque externo da nave e colocam as missões em risco.O acoplamento aconteceu, como previsto, às 8h18 de Brasília. Às 10h00, os sete astronautas do Discovery entraram na estação, onde foram recebidos pelo americano John Phillips e o russo Sergei Krikalev. O encontro, caloroso, foi transmitido ao vivo pelas câmeras da Nasa.Esta é a primeira viagem de um ônibus espacial americano à ISS desde a visita do Endeavour, em novembro de 2002. O acoplamento aconteceu em meio à preocupação com o grande pedaço de material isolante que se soltou do tanque de combustível externo durante a decolagem, o que a Nasa reconheceu ser um problema potencialmente muito grave.A agência decidiu que não haverá novos lançamentos de ônibus espaciais enquanto o problema não for resolvido. Um incidente semelhante ocorreu com o Columbia em 2003. Naquela ocasião, a espuma isolante se chocou com a blindagem da nave contra o calor, danificando-a. O dano provocou a desintegração da nave quando ela retornava à Terra.Os sete astronautas do Discovery permanecerão oito dias a bordo da ISS, para a qual levaram mais de 12 toneladas de alimentos, materiais, equipamentos e peças de reposição. A partir de sábado, Stephen Robinson e o colega japonês Soichi Noguchi farão três saídas ao espaço, para testar técnicas de reparo e substituir um dos quatro giroscópios da ISS.

Agencia Estado,

28 de julho de 2005 | 16h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.