Nasa testa avião movido a raio laser

A Nasa construiu e testou um avião de controle remoto movido com a energia de um raio laser emitido a partir do solo. Durante testes realizados em recinto fechado, o aeroplano deu voltas e voltas, planando até pousar assim que o laser foi desativado.Durante o vôo, o canhão laser rastreou o modelo de 312 gramas, com evergadura de 1,5 metro, emitindo seu raio diretamente para as células fotovoltaicas que alimentam o único motor. ?O aparelho poderia continuar voando enquanto a fonte de energia se mantivesse ininterrupta?, disse Robert Burdine, gerente responsável pelos testes.Os aviões por controle remoto não precisam carregar combustível ou baterias, o que abre mais espaço para instrumentos científicos e de comunicação. Cientistas esperam usar esse tipo de aparelho em vôos de longa duração para monitorar condições atmosféricas ou mesmo vulcões ativos. Eles também poderiam ser usados para espionagem ou como retransmissores de comunicação.Este avião não é o primeiro a usar um laser como fonte de energia. Uma equipe japonesa, no ano passado, usou um laser para propelir um avião de papel, mas com uma técnica diferente: o laser aqueceu gotas de água nas asas do avião, convertendo-as em sopros de vapor que impulsonaram o aparelho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.