Nasa testa caminhão para retorno de astronautas à Lua

Veículo dourado de 12 rodas e que pesa cerca de 2 mil quilos e pode transportar 4 astronautas em seus trajes

AP

30 de julho de 2008 | 15h50

Dois astronautas da Nasa, em trajes espaciais, dirigiram seu caminhão lunar por uma duna de areia pela paisagem estéril da Lua.  Foto: Divulgação/ Nasa Representantes da agência espacial acreditam nisso. Cientistas da Nasa e empreiteiros recentemente passaram duas semanas em Moses Lake, em Washington, testando alguns dos veículos e robôs que serão usados quando humanos retornarem à Lua, ainda neste século.  "Acredite ou não, esse lugar tem muito em comum com a Lua", disse Robert Ambrose, chefe de divisão substituto da Nasa. O elemento chave é o solo macio, semelhante a um talco, que é misturado com cinzas vulcânicas e similar à poeira lunar, disse. O solo forma altas dunas, similares às lunares que os veículos terão que conseguir subir. "No geral nós temos encostas, solos macios e espaço abertos e amplos", afirmou Ambrose. "É o que precisávamos para testar nossas máquinas." A grande desvantagem? Moses Lake tem gravidade normal, enquanto a Lua tem um sexto da gravidade da Terra, acrescentou.  Moses Lake é uma cidade de cerca de 17 mil habitantes a 275 quilômetros de Seattle. Muitas batatas fritas vendidas em restaurantes de todo o país são plantadas e processadas lá, mas ainda assim Moses Lake é um sinônimo de "no meio do nada". A Nasa já é conhecida por lá, disse Bill Bluethmann do Johnson Space Center em Houston. As pistas gigantes na base fechada de B-52 servem como uma alternativa de pouso de emergência para naves espaciais, disse.  A agência espacial deve retornar à Lua em 2020, e os testes em Moses Lake juntaram diversos protótipos de laboratórios de todo o país para ver como eles funcionam no ambiente e juntos.  Os testes começaram no final de maio em uma área de 1215 hectares.  A Nasa pretende coletar baldes do solo derivado de erupções vulcânicas em Cascade Range, de maneira que astronautas que já andaram na Lua possam determinar quão parecido é o material com a poeira lunar, disse Lucien Junkin, diretor do projeto do caminhão lunar.  O caminhão lunar é um veículo dourado de 12 rodas e que pesa cerca de 2.040 quilos e pode transportar 4 astronautas em seus trajes especiais. Com velocidade de 16 quilômetros por hora. Ele foi desenvolvido para obras construção civil na Lua, disse Junkin.  O caminhão movido a bateria, que pode se mover em todas as direções, pode ser controlado da Terra ou pelos passageiros, acrescentou. E, ao contrário do jipe lunar da era Apollo, os membros da equipe ficarão em pé dentro do veículo, seguros por uma grade, de maneira que um solavanco não os faça voar.  Durante os testes, dois homens em trajes lunares de 136 quilos dirigiram pelas dunas, praticaram a coleta de areia em sacolas e soltaram um pequeno robô pela rampa do caminhão. A Nasa considerou dúzias de locais de teste antes de escolher Moses Lake. Uma das razões era que as temperaturas deveriam ficar em 26° Celsius sem chuva. Ao invés disso, uma primavera fria e úmida surpreendeu os cientistas.

Tudo o que sabemos sobre:
nasaespaçoEUAciência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.