Natura receberá o Prêmio ECO-2003 da Amcham-SP

A Câmara Americana de Comércio de São Paulo (Amcham-SP) divulgou, hoje, os vencedores da 21a edição de seu Prêmio Empresa Comunidade ou ECO 2003. Foram analisados 75 projetos, em 5 categorias, tendo se criado uma nova premiação especial regional, para empresas vencedoras, cuja sede esteja situada fora do eixo São Paulo-Rio de Janeiro-Brasília. A entrega dos prêmios ocorrerá no próximo dia 29 de agosto, durante um almoço, na sede da Amcham, na capital paulista, tendo Ariano Suassuna como convidado de honra.Na categoria Meio Ambiente venceu a empresa de cosméticos Natura com a série de reportagens, documentários e debates ?Biodiversidade Brasil?, realizada em parceria com a TV Cultura. Os programas procuram estimular a discussão, reflexão e conscientização sobre temas relacionados à biodiversidade brasileira e seu uso sustentável. Na categoria Participação Comunitária, o prêmio também esteve relacionado ao meio ambiente, sendo a vencedora a Albrás Alumínio Brasileiro, com o programa ?Nosso lixo tem futuro?, no qual se implantaram unidades de reciclagem e compostagem de lixo urbano, em quatro municípios do Pará, beneficiando diretamente cerca de 140 mil pessoas e organizando em cooperativas 200 trabalhadores, que antes viviam da catação em lixões. Na categoria Cultura, o premiado foi o Instituto Itaú Cultural, com seu programa de incentivo à classe artística brasileira. O diferencial é que os produtos gerados nos eventos são doados a instituições nacionais, auxiliando na formação de um acervo especializado em cultura brasileira. O Banco Itaú ainda foi o vencedor na categoria Educação, por ter criado o Prêmio Escrevendo o Futuro, que estimula alunos do ensino fundamental de escolas públicas a aperfeiçoar a elaboração de textos. O prêmio já mobiliza estudantes e professores de 4.657 escolas públicas de todo o país.Na categoria Saúde, a vencedora foi a Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira, com seu programa de educação afetivo-sexual ?Um novo olhar". O programa envolve mais de 35.500 adolescentes e 718 educadores de quatro municípios de Minas Gerais e um do Espírito Santo, promovendo ações para evitar a gravidez não-planejada e as doenças sexualmente transmissíveis, além de combater a violência e o uso de drogas. Este mesmo programa da Belgo-Mineira também ganhou o Prêmio Especial Regional de 2003, a ser comemorado em um evento à parte, na Amcham de Minas Gerais.

Agencia Estado,

28 de julho de 2003 | 16h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.