Nave de suprimentos chega à estação espacial

O cosmonauta russo e o astronauta americano que estão na estação espacial internacional (ISS, na sigla em inglês) receberam um peru de Natal e outros alimentos às 2h58 de hoje (26, pelo horário de Moscou) quando a nave não tripulada Progress M-51 acoplou-se à estação. O sucesso da operação, que acabou com o risco de a ISS ter de ser abandonada por falta de víveres, levou os funcionários no Controle de Missão da Rússia ao delírio. A nave, que foi lançada na sexta-feira da base de Baikonur, no Casaquistão, carregava cerca de 2,5 toneladas de equipamentos e suprimentos, inclusive mais de 200 quilogramas de comida para os tripulantes Salizhan Sharipov, da Rússia, e Leroy Chiao, dos Estados Unidos. "Eles podem comemorar o Ano Novo com tranqüilidade", disse Yuri Semyonov, o chefe da empresa Energiya, que construiu a Progress. Afinal, além do peru de Natal e outras guloseimas, embarcaram também presentes para o Ano Novo enviados por famílias e amigos. A tripulação ficou alarmada no início do mês ao perceber que os suprimentos da estação estavam próximos do fim. Oficiais russos do Controle de Missão disseram, sob condição de anonimato, que os astronautas haviam comido toda a carne e peixe da estação, mas que ainda tinham na "despensa" cereais e alguns biscoitos. A agência espacial americana, Nasa, informara que a tripulação ainda teria de sete a 14 dias de comida após 25 de dezembro, mas determinara a volta dos astronautas caso a missão da Progress falhasse.MorteA Rússia perdeu hoje Gennady Strekalov, 64 anos, o mais condecorado veterano do programa espacial, e que havia sobrevivido à explosão em uma base de lançamento. Não foi divulgada a causa da morte, mas informes oficiais haviam indicado o diagnóstico de câncer tempos atrás. Nascido em Mytishichi, uma cidade industrial próxima a Moscou, começou a trabalhar na construção de um dos primeiros satélites do mundo, colocado em órbita em 1957. Começou o seu treinamento como cosmonauta em 1973, iniciando uma grande carreira no espaço.

Agencia Estado,

26 de dezembro de 2004 | 16h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.