Nave russa Progress 28 se acopla à estação espacial

Cargueiro lançado na última terça-feira transporta água, oxigênio, instrumentos científicos e combustível

Efe,

07 de fevereiro de 2008 | 14h53

A nave Progress 28, lançada na terça-feira, 5, com 2,5 toneladas de carga vital, se acoplou nesta quinta-feira, 7, com sucesso à Estação Espacial Internacional (ISS, em inglês), informou o centro de controle de vôos espaciais da Rússia.   "A nave atracou às 17h30 de Moscou (12h30 em Brasília) ao módulo Pirs da ISS", disse à imprensa o porta-voz do centro de controle, que acrescentou que a Progress transporta água, oxigênio, instrumentos científicos e combustível.   Efetuada a manobra de engate, a tripulação da ISS deverá verificar o hermetismo do acoplamento e nivelar a pressão entre a estação e a Progress, para então iniciar a abertura da porta e o descarregamento. A Progress 28 é o primeiro cargueiro lançado com destino à plataforma espacial este ano.   Os astronautas da Nasa (agência espacial americana) Peggy Whitson e Daniel Tani, e o russo Yuri Malenchenko, esperavam impacientes a Progress 28, cujo carregamento inclui uma dezena de filmes de vários gêneros, músicas, revistas e presentes pessoais dos parentes dos cosmonautas.   Além da carga vital, a nave transporta maçãs, laranjas, limões, alhos e cebolas, assim como frutas secas, bombons e chocolate. Pela segunda vez consecutiva, a tripulação ficará sem tomates, já que as estufas espaciais que abastecem a ISS estão sendo limpas e não ficarão prontas antes de abril.   "Não podemos comprar tomates em lojas normais porque eles podem conter nitratos, e só enviamos frutas ecológicas à ISS", explicou o porta-voz do Instituto Biomédico, Aleksandr Agureev, em dezembro.   Está previsto para 8 de março o lançamento de "Júlio Verne", o primeiro cargueiro automático europeu, e em maio, agosto, setembro e novembro, de quatro espaçonaves russas Progress.   A ISS espera a chegada neste sábado do ônibus espacial Atlantis, com o comandante da missão, Steve Frick, a bordo, acompanhado do piloto Alan Poindexter, dos especialistas Leland Melvin, Rex Walheim e Stanley Love e dos astronautas europeus Hans Schlegel e Leopold Eyharts. O astronauta Daniel Tani espera a chegada do Atlantis porque Eyharts tomará seu posto a bordo da ISS.   Enquanto isso, os empresários Richard Garriott e Nick Halik, próximos turistas espaciais a visitarem a ISS a bordo de uma nave russa, começam nesta quinta os treinamentos para preparar sua viagem à estação.   "Garriott começa na Cidade das Estrelas (nos arredores de Moscou) a preparação teórica para sua viagem ao espaço. Terá as primeiras aulas de russo e se submeterá a um programa médico", disse Sergei Tafrov, porta-voz do Controle de Missões Russo.   Tafrov também afirmou que dentro de alguns dias será tomada a decisão final sobre a conveniência de sua viagem espacial. O turista espacial, filho do ex-astronauta americano Owen Garriott, viajará em outubro e permanecerá nove dias na ISS.   Durante sua permanência no espaço, Garriott pretende realizar experimentos científicos como o estudo da cristalização das proteínas em ambiente sem gravidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.