Nestlé afirma seguir legislação

A Nestlé Brasil divulgou nota onde diz cumprir as determinações legais na produção de produtos alimentícios e que continua a realizar controle permanente dos seus produtos, inclusive os destinados a animais domésticos, através de análises periódicas. A divulgação da empresa não faz referência direta à manifestação realizada hoje, na sede da Nestlé em São Paulo, pelo Greenpeace contra a utilização de organismos geneticamente modificados em seus produtos. Um teste encomendado pela organização não-governamental (ong) encontrou 60% de soja transgênica da Monsanto na ração para cachorros ALPO, da Purina, fabricada pela empresa.Segundo o comunicado, ?a Nestlé Brasil esclarece que na fabricação de seus produtos, inclusive daqueles destinados à alimentação de animais domésticos, somente utiliza as matérias-primas, soja e derivados de soja, de procedência nacional e de origem comprovada?. O teste do Greenpeace com a ração foi realizado pelo laboratório Genescan, em Itu, São Paulo.

Agencia Estado,

01 de abril de 2003 | 16h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.