Nobre chinês teve 1,5 milhão de descendentes

Uma pesquisa a respeito da prevalência de uma série particular de genes na China sugere que 1,5 milhão de habitantes do país são descendentes diretos de Giocangga, o avô do imperador Nurhaci, que fundou a dinastia Qing no século 17.O número extraordinário de descendentes de Giocangga, concentrados principalmente no nordeste da China e na Mongólia, seriam o resultado das muitas esposas e concubinas que seus filhos tiveram. Chris Tyler-Smith, que estuda genética no instituto Wellcome Trust Sanger, na Grã-Bretanha, fez a descoberta quando estudou uma série de genes no cromossomo masculino Y.Tyler-Smith afirmou à BBC que estes genes fornecem um "sobrenome genético" da família à qual cada homem pertence. "O que fizemos foi analisar cerca de mil homens daquela parte do mundo. Notamos apenas dois tipos de cromossomo Y que eram extraordinariamente freqüentes, um deles chegando a 3% das nossas amostras", disse."Quando examinamos mais cuidadosamente, descobrimos que não estava presente na maioria da população naquela área, que faz parte do povo Han. Mas nas minorias, incluindo populações da Mongólia, estava presente em uma taxa de 5%", acrescentou.SobrevivênciaA partir destes dados os cientistas conseguiram determinar de onde vieram estes genes. Eles estabeleceram, inicialmente, que a origem era no nordeste da China, há cerca de 500 anos.Análises mais precisas mostraram que este código genético apareceu pela primeira vez antes da dinastia Qing, que iniciou em 1616 e havia conquistado a China em 1644. "Percebemos que havia um grande evento histórico, o estabelecimento da dinastia Qing, que conquistou a China e a governou por muitos anos", disse Tyler-Smith."A dinastia era governada pela nobreza imperial Qing, que era uma classe elitista com muitos privilégios. Cada nobre tinha várias esposas e concubinas. Por causa de seus privilégios, eles podiam ter muitos filhos, e estas crianças tinham uma boa chance de sobrevivência", acrescentou.Na época em que Giocangga viveu a China tinha 100 milhões de habitantes, comparados com o 1,3 bilhão de hoje em dia.Isso significa que o homem normal chinês, na época de Giocangga, poderia ter cerca de 20 descendentes vivos atualmente, em comparação com os 1,5 milhão de homens descendentes de Giocangga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.