Nova espécie de dinossauro é descoberta no México

Ainda sem some, animais da espécie recém-descoberta tinham pescoços compridos e três grandes chifres

Da Redação,

25 de março de 2008 | 10h38

Um grupo de cientistas descobriram no deserto de Coahuila, no México, restos de uma espécie de dinossauro herbívoro que, até então, era desconhecida. Esses animais tinham pescoços compridos e três grandes chifres que, há 72 milhões de anos, os ajudavam a enfrentar predadores e a atrair fêmeas, segundo noticiou o jornal El País.  A espécie - que ainda não foi nomeada - tem parentesco com os Triceratops, conhecido por ser o animal com a maior cabeça que já existiu. A espécie recém-descoberta media cerca de sete metros de altura e seus chifres tinham quase um metro de longitude.  É provável que o dinossauro usava seus chifres para defender-se de outros predadores, mas especialistas acreditam que sua cabeça extravagante e seu grande pescoço eram fundamentais para os rituais de acasalamento.  Esta é a segunda espécie encontrada no México, a primeira foi localizada em fevereiro. Durante os próximos anos, os especialistas que investigam a área esperam encontrar dezenas de novas espécies de plantas e dinossauros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.