Nova estrela de nêutrons desafia modelo teórico

Duas novas estrelas de nêutrons descobertas por um telescópio orbital de raios-X podem representar uma nova categoria de corpo celeste que contém um novo tipo de matéria, desafiando as teorias correntes sobre o ?ciclo vital? das estrelas.As observações feitas dos novos corpos, chamados RXJ1856 e 3C58, mostram que são muito pequenos e têm temperatura muito baixa para que se enquadrem no modelo teórico das estrelas de nêutrons comuns. Estrelas de nêutrons são estrelas que, depois de explodir, têm sua matéria restante esmagada e comprimida pela força da própria gravidade, até que só restem intactos os nêutrons, partículas densas normalmente encontradas no núcleo dos átomos. Quando nem mesmo os nêutrons são capazes de resistir à compressão da gravidade, a estrela continua a encolher, e pode dar origem a um buraco negro.Numa coletiva para imprensa realizada hoje, astrônomos anunciaram que RXJ1856 tem uma temperatura de cerca de 666.000º Celsius, muito baixa para uma estrela de nêutrons, e um diâmetro de 19,2 quilômetros, pequeno demais para o modelo teórico desse tipo de astro.As evidências apontam para uma estrela composta não de nêutrons, ?mas de quarks sob uma forma conhecida como matéria estranha de quark?, disse Jeremy Drake, do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian, que chefiou as observações de RXJ1856. Quarks são as partículas subatômicas que compõem o nêutron. Os quarks em um nêutron comum são de dois tipos - ?up? e ?down? (literalmente, ?acima? e ?abaixo?). Segundo Drake, os dados obtidos sobre a nova estrela sugerem que RXJ1856 é composta de partículas ?up? e ?down?, e de uma terceira partícula, chamada quark ?estranho?.Quarks estranhos são muito mais densos que os ?up? e o ?down?. O grupo de quarks pode ter surgido a partir de nêutrons destruídos pela enorme massa e densidade da estrela, acredita o cientista.Uma equipe liderada por David Helfand, da Universidade de Colúmbia, observou 3C58, uma estrela de nêutrons que é o que restou de uma supernova - explosão estelar - famosa. A equipe de Helfand encontrou uma temperatura muito inferior à prevista na teoria. ?Parece que as estrelas de nêutron não são só nêutrons, afinal?, disse. ?Precisamos de um novo tipo de matéria?.Michael Turner, um astrofísico da Universidade de Chicago, declarou que as observações sugerem ?novos membros para a árvore genealógica das estrelas?. ?É possível que todas as estrelas de nêutrons sejam, na verdade, estrelas estranhas?, disse Turner, com a ressalva de que as novas observações ainda precisam ser confirmadas.

Agencia Estado,

10 de abril de 2002 | 15h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.