Nova mancha de óleo no Paraíba do Sul

Uma nova mancha de óleo foi detectada no Rio Paraíba do Sul, em Volta Redonda, sul fluminense. De acordo com a assessoria da Fundação Estadual de Engenharia de Meio Ambiente (Feema), ao meio-dia a substância já havia evaporado e a situação estava normalizada. Na semana passada, uma mancha de óleo com dez quilômetros de extensão paralisou o funcionamento da estação de tratamento da cidade e deixou 100 mil moradores de Volta Redonda sem água. Hoje, a Feema intensificou a fiscalização na região, para descobrir a fonte do problema. Os técnicos do órgão ainda não conseguiram identificar o tipo de óleo derramado, pois a substância estava muito diluída. Eles acreditam, no entanto, que a mancha de hoje seja resquício da poluição de domingo.A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), localizada às margens do Paraíba do Sul, também analisa a água do rio e deve divulgar o resultado do exame até o fim da semana. Técnicos da Feema não descartam a possibilidade de o despejo ter ocorrido no Rio Barra Mansa, afluente que tem pequenas indústrias nas suas margens.

Agencia Estado,

30 de julho de 2002 | 19h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.