Nova nave européia levará oxigênio para a Estação Espacial

Até agora, transferências de carga para a ISS vinham sendo feitas por naves Progress, fabricadas pela Rússia

28 de janeiro de 2008 | 14h56

O Veículo de Transferência Automática (ATV, na sigla em inglês) Jules Verne, uma nave teleguiada de carga criada pela Agência Espacial Européia (ESA) foi carregado com oxigênio para a atmosfera da Estação Espacial Internacional (ISS). A viagem de estréia do Verne está prevista para a partir de 22 de fevereiro.   A preparação da nave está ocorrendo na base de Kourou, na Guiana Francesa.   Além do oxigênio, a nave levará combustível para ajudar nas correções periódicas de posição da ISS no espaço, e 1,3 tonelada de "carga seca", incluindo suprimentos, equipamento científico e bagagem.   Até agora, transferências de carga para a ISS vinham sendo feitas por cargueiros automáticos Progress, fabricados e lançados pela Rússia. A ESA espera realizar uma missão de ATV a cada ano.   Assim como a Progress, a nave não é reutilizável: uma vez descarregado, o ATV será preenchido com detritos acumulados na estação e lançado para se destruir na atmosfera - o que não for queimado eplo atrito acabará caindo no Oceano Pacífico.

Tudo o que sabemos sobre:
estação espacialesajules verneatv

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.