Arquivo/AE
Arquivo/AE

Nova variedade de milho transgênico traz risco à saúde, alerta ONG

Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar estaria ignorando estudos sobre o impacto negativo do milho

Efe

23 Abril 2010 | 10h10

A organização Testbiotech alertou nesta quinta-feira, 2 para a autorização do cultivo da variedade de milho transgênico "BT 1507", que está tramitando na União Europeia, por considerar que poderia ter efeitos negativos à saúde, detalhou em comunicado em Bruxelas.

 

Veja também:

linkBrasil é o 2º maior produtor de transgênicos no mundo

linkEmbrapa desenvolve tabaco e soja transgênicas para uso medicinal 

 

Conforme Testbiotech, a Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA, na sigla em inglês) está atuando de uma maneira "irresponsável" na hora de opinar se esse organismo geneticamente modificado é seguro ou não.

 

A EFSA é o organismo encarregado de emitir relatórios sobre os transgênicos antes que Bruxelas e os países comunitários decidam sobre sua aprovação.

 

Testbiotech criticou o fato de a EFSA não ter feito pesquisas sobre o impacto desse milho nos insetos, apesar da "alta concentração de inseticida em seu pólen".

 

Citou diversas publicações sobre a sensibilidade de algumas espécies de borboletas na Europa e ressaltou que a EFSA está ignorando esses dados.

 

Testbiotech é uma ONG formada por especialistas que promovem a pesquisa e o debate sobre o impacto da biotecnologia, do ponto de vista social, ecológico e ético.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.