Novo patriarca ortodoxo russo recebe delegação do Vaticano

As duas partes assinalaram que é prematuro falar sobre uma possível visita do pontífice romano à Rússia

02 de fevereiro de 2009 | 16h02

O novo patriarca da Igreja Ortodoxa Russa (IOR), Kiril, se reuniu com uma delegação do Vaticano, liderada pelo cardeal Walter Kasper, presidente do Conselho Pontifício para a Unidade dos Cristãos.   Kasper entregou a Kiril, de 62 anos, uma mensagem do papa Bento XVI, informou um porta-voz do Patriarcado Russo à agência oficial RIA Novosti.   Os delegados do Vaticano parabenizaram o patriarca por sua consagração como líder da IOR, e defenderam a continuação da cooperação entre as duas igrejas.   Kiril agradeceu aos católicos sua presença na cerimônia de entronização realizada no domingo, na Catedral de Moscou.   Kasper, que visitou em várias ocasiões a Rússia nos últimos anos, se reuniu em maio do ano passado com o ex-patriarca russo Alexei II, que morreu recentemente.   Kiril é considerado um firme partidário do ecumenismo, da mesma forma que Bento XVI, com o qual se reuniu no Vaticano em 2007, o que alimentou as esperanças de que as duas igrejas superem a divisão que as separa desde 1054.   Apesar de tudo, durante a homilia, Kirill assegurou que "o patriarca russo é o defensor das fronteiras canônicas exteriores da Igreja".   As duas partes assinalaram que é prematuro falar sobre uma possível visita do pontífice romano à Rússia.

Tudo o que sabemos sobre:
igreja ortodoxavaticanopapapatriarca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.