Novo 'planetinha' ajuda a explicar cometas

Um recém-descoberto "planeta menor",com órbita muito elíptica em torno do Sol, pode ajudar aexplicar a origem dos cometas, disseram pesquisadores nasegunda-feira. O objeto, chamado 2006 SQ372, está iniciando a parte maisexterna de uma órbita de 22,5 mil anos que o levará a até 240bilhões de quilômetros de distância do Sol. Esse rochedo gelado está atualmente a pouco mais de 3bilhões de quilômetros da Terra, um pouco mais perto do queNetuno, disseram pesquisadores num simpósio nestasegunda-feira. Suas descobertas serão publicadas na revistaAstrophysical Journal. A órbita do 2006 SQ372 é uma elipse em que o eixo maior équatro vezes o tamanho do menor, disse o astrônomo AndrewBecker, da Universidade de Washington, responsável pelapesquisa. O único outro objeto desse tipo é Sedna, um planeta-anão(como Plutão) descoberto em 2003. Mas sua elipse não é nem delonge tão alongada. O planetóide recém-descoberto tem apenas cem quilômetros dediâmetro. "É basicamente um cometa, mas nunca chega tão pertodo Sol a ponto de desenvolver uma cauda longa e brilhante depoeira e gás evaporado", disse Becker em nota à imprensa. O aluno Nathan Kaib, participante do estudo, disse que oobjeto pode ter se formado como Plutão, no cinturão gelado quefica além de Netuno, e que tenha sido atirado para longe devidoa uma colisão gravitacional entre Netuno e Urano.

REUTERS

18 de agosto de 2008 | 19h18

Tudo o que sabemos sobre:
CIENCIAPLANETINHACOMETA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.