Novo processo pode acabar com escassez de arroz

Segundo a France Press, cientistas chilenos desenvolvem método de reaproveitamento de grãos descartados

da Redação,

05 de maio de 2008 | 21h39

Segundo a agência France Press, um novo tipo de arroz que precisa de apenas um quarto da água e metade do tempo de cozimento dos grãos tradicionais foi desenvolvido por cientistas chilenos e poderá ser uma saída para uma possível escassez do alimento.  O novo tipo de arroz é feito a partir das pontas e grãos médios, resíduos do atual processo de industrialização do cereal, sendo reconstituídos e moldados para formarem novos grãos.  "O processo poderia aumentar a quantidade do grão disponível para consumo", disse Juan Carlos Galaz da Fundación para la Innovación Agraria (FIA) à France Presse.

Tudo o que sabemos sobre:
alimentosarrozescassezChile

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.