Obesidade pesa muito no bolso dos americanos

A obesidade dos americanos é uma carga pesada para os serviços de saúde, e as despesas médicas relacionadas ao excesso de peso aumentaram dez vezes em 15 anos, segundo estudo publicado na revista Health Affairs. De 1987 a 2002 as despesas com a obesidade aumentaram de US$ 3,6 bilhões por ano (2% das despesas médicas particulares) para US$ 36,5 bilhões (11,6%).Calcula-se que mais de 60% das aproximadamente 290 milhões de pessoas que moram nos EUA tenham excesso de peso. Segundo os Centros para o Controle e Prevenção de Doenças, 60 milhões deste total são obesos.Os pacientes obesos com plano de saúde particular gastaram, em 2001, uma média anual de US$ 1.244. Em 1987, essa despesa era de apenas US$ 272 por ano.Doenças crônicasSegundo as autoridades de saúde, a obesidade é um dos principais fatores de doenças crônicas, como diabete e os problemas cardíacos, além de artrites, asma e dores nas costas. O tratamento desse tipo de paciente levou a um rápido aumento da venda de apólices de seguro médico.Segundo Ken Thorpe, autor do estudo e professor da Escola de Saúde Pública da Universidade Emory, em Atlanta, na Geórgia, os obesos são pacientes muito caros."Se as seguradoras e os empregadores tentarem controlar as despesas de saúde de forma séria, a prevenção da obesidade deve ser uma das prioridades", disse. "Teremos que enfrentar este problema como fizemos com o hábito de fumar (...), com várias grandes estratégias."Mais impostosAs estratégias para combater o tabagismo implementadas há duas décadas incluíram o aumento dos impostos sobre os cigarros e campanhas contra a publicidade do fumo, além da promoção de novos produtos para parar de fumar.Tom Farley, professor de Ciências de Saúde Comunitária da Escola de Saúde Pública e Medicina Tropical da Universidade de Tulane, em Louisiana, concorda com a idéia de que a obesidade se tornou um problema de saúde muito caro."Ao contrário de outros, este não parece estar diminuindo. Pelo contrário, está acelerando", disse. "Todos nós pagamos estas despesas, não apenas as pessoas obesas. Todos pagamos seguros mais caros, mais impostos. Este é um problema de toda a sociedade."

Agencia Estado,

28 de junho de 2005 | 11h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.