Objetos domésticos de seis mil anos são encontrados na Grécia

'Esse é um caso muito raro em que os remanescentes permaneceram intocados', disse ministro da Cultura

AP

24 de outubro de 2008 | 15h13

Um conjunto de objetos de utilidade doméstica de seis mil anos, incluindo louça e dois fogões a lenha, foi encontrado nas ruínas de uma casa de fazenda pré-histórica no norte da Grécia, foi anunciado na quinta-feira, 23.  A declaração do ministro da Cultura disse que a descoberta "fornece informações únicas e inestimáveis" sobre a arquitetura e organização doméstica do período Neolítico.  "Esse é um caso muito raro em que os remanescentes permaneceram intocados por cerca de seis mil anos", disse.  O prédio retangular, que cobre cerca de 58 m², foi descoberto durante obras para a colocação de canos de água na vila de Sosandra. Arqueólogos que escavaram o local entre março e julho encontraram uma grande quantidade de vasos de cerâmica para cozinha, ferramentas de pedra e dois fogões.  A casa era separada em três espaços. Tinha paredes feitas de galhos cobertos com argila, suportadas por fortes pilares de madeira. O prédio foi destruído por fogo, que cozinhou a argila, preservando impressões dos elementos do prédio de madeira, assim como dos pilares.

Tudo o que sabemos sobre:
arqueologiaciênciaGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.