Óleo vaza a atinge afluente do Rio Iguaçu

Quinze mil litros de óleo que vazaram da empresa Ingrax Indústria de Graxas contaminaram o rio Atuba, afluente do Iguaçu, principal responsável pelo abastecimento de Curitiba e região. Equipes do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente fizeram uma operação de contenção, na tentativa de evitar que o óleo chegasse ao Iguaçu.O vazamento aconteceu por volta do meio-dia de desta terça-feira quando o óleo era transferido de um caminhão para um tanque fixo no pátio da empresa. Os quinze mil litros do produto atingiram o rio Atuba através da tubulação de esgoto da empresa. Segundo os técnicos do IAP, o óleo é um derivado do petróleoaltamente tóxico. Um caminhão do Corpo de Bombeiros de Curitiba isolou o pátio da empresa para evitar explosões. A direção da Ingrax foi procurada mas não quis sepronunciar sobre o acidente. O IAP informou que ainda está avaliando a extensão dos danos ao meio ambiente. A empresa será multada.

Agencia Estado,

25 de junho de 2002 | 17h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.