OMM considera improvável El Niño ou La Niña em 2008

A Organização Mundial de Meteorologia lembra que isso pode mudar pois evolução do sistema é imprecisa

Efe

24 de junho de 2008 | 15h58

A Organização Mundial de Meteorologia (OMM) considera improvável que durante este ano ocorra um episódio do fenômeno El Niño ou se reative o do La Niña. Em comunicado distribuído nesta terça-feira, 24, em Genebra, a OMM adverte, no entanto, que isso pode mudar, "já que a evolução do sistema é imprecisa neste momento e, nas próximas semanas, será necessário acompanhar atentamente a situação". O fenômeno do La Niña se caracteriza por um esfriamento da temperatura da superfície do Oceano Pacífico equatorial nas zonas central e leste, enquanto o El Niño é exatamente o oposto, um aquecimento da temperatura das águas do Pacífico equatorial nessas áreas. Segundo a OMM, as previsões para meados de ano indicam que a reativação é "improvável" e para o segundo semestre "é pouca, mas não pode ser descartada". O comunicado conclui que, "nessas circunstâncias, o mais provável é que haja condições quase neutras". Em relação aos meses passados, no primeiro trimestre prevaleceu um episódio do La Niña de intensidade moderada, mas este fenômeno foi diminuindo desde fevereiro, "seguido de uma rápida dissipação nas últimas semanas".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.