Ônibus espacial Endeavour parte para sua última missão

O ônibus espacial Endeavour iniciou hoje seu 25º e último voo, já que a agência espacial norte-americana (Nasa) está encerrando seu programa espacial de 30 anos, antes de iniciar um novo projeto. A decolagem gerou muito entusiasmo no centro espacial, apesar do adiamento de mais de duas semanas em relação à data original, provocado por um problema elétrico.

AE, Agência Estado

16 Maio 2011 | 16h58

Dentre as de milhares de pessoas que assistiram ao lançamento estava a congressista democrata Gabrielle Giffords, que ficou ferida após uma tiroteio em 8 de janeiro em Tucson, no Arizona. O marido dela, comandante Mark Kelly, lidera a tripulação do Endeavour, formada por cinco norte-americanos e um italiano, que se dirige para a Estação Espacial Internacional. Eles chegarão à estação na quarta-feira, quando entregarão um instrumento magnético avaliado em US$ 2 bilhões, que vai procurar antimatéria e energia escura no universo.

Cerca de 45 mil pessoas se aglomeraram no local de lançamento e milhares permaneceram nas estradas e cidades ao redor para ver o último voo do Endeavour. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.