Orçamento da Nasa aumenta, mas não salva o Hubble

Com a Lua no horizonte, a Nasa assiste a um incremento em seu orçamento para 2006, na proposta de gastos encaminhada pelo presidente Bush ao Congresso, mas a elevação de 2,4% não é o suficiente para salvar o telescópio Espacial Hubble. Apenas US$ 75 milhões do orçamento de US$ 16,5 bilhões da agência espacial irão para o Hubble, e todo o dinheiro será destinado a uma missão com robôs para garantir que o telescópio caia no mar ao final de sua vida útil.O orçamento não prevê verbas para Envira astronautas ou robôs a fim de prolongar a vida do Hubble, decisão que certamente irritará a comunidade astronômica e os membros do Congresso. Peças fundamentais para o funcionamento do telescópio devem começar a falhar em 2007.A proposta de orçamento para a Nasa prevê US$ 9,6 bilhões para ciência, aeronáutica e exploração, e 6,7 bilhões para capacidades de exploração, categoria que inclui o ônibus espacial e a estação espacial. Ano passado, Bush anunciou uma nova visão para a Nasa, com um retorno de seres humanos à Lua antes de 2020. Tudo agora gira em torno dessa meta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.