Ovos reforçam ligação entre dinossauros e pássaros

Um grupo formado por cientistas do Canadá e de Taiwan encontrou dois ovos fossilizados nos restos da cavidade pélvica de um dinossauro fêmea, que ajudariam a respaldar a teoria de que os dinossauros foram antepassados dos atuais pássaros.Em artigo publicado nesta quinta-feira na revista Science, os paleontólogos do Museu Canadense da Natureza e do Museu de Ciências Naturais de Taichung (Taiwan) informam que os restos foram encontrados na bacia de Hongcheng, próximo à cidade chinesa de Ganzhou, e datam do Cretáceo Superior (entre 99 e 65 milhões de anos).O exemplar onde os ovos foram encontrados era um oviraptor, do subgrupo dos terópodes, que, acredita-se, foram os antepassados dos pássaros que vivem na Terra hoje em dia. Desde a cabeça até a cauda, o dinossauro media entre três e quatro metros.Segundo o canadense Tamaki Sato, os ovos tinham a forma alongada de uma batata o que, junto com outros aspectos, como seus dois oviduto, sugere que o sistema reprodutivo dos dinossauros tem semelhanças com os répteis mais primitivos, mas também com os pássaros atuais."Achamos que, apesar da mudança devido à fossilização, os ovos retiveram sua orientação original e posição dentro dos ovidutos", dizem os cientistas.O dinossauro tinha dois ovários e dois ovidutos, características comuns de crocodilos e outros répteis. Em contraste, os pássaros modernos têm apenas um conjunto.Mas, como os pássaros, e ao contrário dos crocodilos, cada oviduto produzia só um ovo, o que significa que esse tipo de dinossauro nãopodia colocar vários ovos de uma só vez.

Agencia Estado,

14 de abril de 2005 | 15h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.