Padre organiza concurso de beleza para freiras na Itália

'Ser feia não é um requisito para ser freira', diz sacerdote italiano; votação será feita pela internet

Associated Press,

24 de agosto de 2008 | 18h09

Um padre e teólogo italiano está organizando um concurso de beleza pela internet para freiras. Segundo ele, a competição trará mais visibilidade para a igreja Católica e irá combater o estereótipo de que todas as freiras são velhas. "Não vamos fazer um desfile de freiras com trajes de banho", ressaltou neste domingo, 24, o sacerdote Antonio Rungi, que mora em Mondragone. "Ser feia não é um requisito para ser freira. A beleza externa é um presente de Deus, e não devemos escondê-la", acrescentou. O concurso "Miss Sister 2008" começará em setembro, em um blog editado por Rungi, e dará uma oportunidade às freiras de todo o mundo de mostrar seu trabalho e imagem, explicou o padre. "As freiras estão um pouco excluídas, marginalizadas na vida eclesiástica", declarou Rungi. "Esta será uma ocasião para deixar suas contribuições mais visíveis", assinalou. O padre disse ainda que os visitantes do site terão durante um mês a possibilidade de "votar na freira que considera modelo". O perfil das candidatas trará informações sobre a vida e vocação, além de uma fotografia. Elas poderão escolher se posarão com o tradicional véu ou com a cabeça descoberta.  O sacerdote italiano contou que a idéia foi sugerida primeiro por freiras com ele reza freqüentemente. Ele disse esperar dezenas de inscrições no concurso. 

Tudo o que sabemos sobre:
Igreja Católicaconcurso de beleza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.