País tem 2,6 mil focos de fogo em uma semana

Entre os dias 8 e 14 de junho foram detectados 2.675 focos de fogo em todo o País, de acordo com o monitoramento orbital feitos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e Embrapa Monitoramento por Satélite. As mais altas concentrações ocorreram no Mato Grosso, em especial ao longo da rodovia Cuiabá-Santarém, na Serra Formosa, região centro-norte do estado, e nas margens da estrada que liga Barra do Garças a Alô Brasil, quase na divisa com Goiás e Tocantins.CNPM/EmbrapaClique aqui para ver imagem ampliadaO Sul do Maranhão, o interior de São Paulo e o Mato Grosso do Sul, sobretudo no Pantanal, também queimaram bastante. Os índices desta semana são bem superiores aos verificados em igual período de 2001 e 2000, quando os satélites registraram, respectivamente, 1636 e 941 pontos de fogo.Foram ainda detectados incêndios florestais no Parque Nacional de Emas, em Goiás, onde as principais frentes de fogo tiveram início no dia 13 e prosseguiram durante pelo menos dois dias. Em Minas Gerais, ocorreu um incêndio de menores proporções no Parque Nacional da Serra da Canastra e os satélites registraram um foco também na Floresta Nacional de Humaitá, no Amazonas, o que é bastante incomum para esta época do ano, quando a vegetação deveria estar úmida demais para pegar fogo.

Agencia Estado,

17 de junho de 2002 | 17h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.