Reuters
Reuters

Papa abençoa milhares em penúltima oração dominical

Sorrindo bastante, Bento XVI levantou os braços para os fiéis e sua voz parecia forte

Agência Estado,

17 Fevereiro 2013 | 10h49

O papa Bento XVI abençoou os fiéis de sua janela na Praça de São Pedro pela primeira vez desde que que anunciou a sua renúncia e foi saudado por uma multidão emocionada formada por pelo menos 50 mil pessoas de diversas partes do mundo. Essa foi a penúltima oração do Ângelus dominical feita por Bento XVI e uma das últimas oportunidades para que ele fale à massa católica.

Sorrindo bastante, Bento XVI levantou os braços para os fiéis e sua voz parecia forte. O papa não fez qualquer referência a sua decisão de deixar o posto em 28 de fevereiro, mas em uma sinalização indireta, agradeceu aos católicos pela "afeição e proximidade espiritual". Bento XVI agradeceu especialmente os "amados habitantes da cidade de Roma", em uma possível indicação sobre o título que ele terá após a renúncia. O Vaticano sugeriu que ele seja chamado de "bispo emérito de Roma".

A tradicional oração de domingo normalmente atrai milhares de peregrinos e turistas, mas desta vez autoridades locais se prepararam para uma verdadeira multidão. A prefeitura de Roma disponibilizou ônibus extras e metrôs para ajudar a lidar com o evento e também ofereceu vans fretadas para idosos e portadores de deficiências.

A partir deste domingo, o papa não será visto publicamente por uma semana em razão de um período de meditação no Vaticano, que marca o começo da quaresma - um momento de reflexão e orações.

Enquanto os cardinais estiverem elegendo seu sucessor no próximo mês, em um conclave na Capela Sistina, o papa de 85 anos - o primeiro a renunciar em 600 anos - estará na propriedade de verão do Vaticano, nas montanhas a sudeste de Roma. Depois de algumas semanas, Bento XVI deverá seguir para um monastério que está recebendo novos móveis para ele, atrás das paredes da Cidade do Vaticano, onde viverá recluso.

O Vaticano ainda não anunciou a data de início do Conclave, mas disse no sábado que ele pode começar antes de 15 de março - a data mais próxima de início segundo as regras atuais. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Paparenúnciabenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.