Papa Bento 16 diz que ficará 'escondido do mundo' após renúncia

O papa Bento 16 indicou nesta quinta-feira que pode ficar em isolamento, longe dos olhares públicos, após deixar o papado no final do mês.

Reuters

14 Fevereiro 2013 | 09h24

"Mesmo me retirando para rezar, estarei sempre perto de todos vocês e tenho certeza que vocês estarão perto de mim, mesmo se eu permanecer escondido do mundo", disse ele em declaração de improviso a padres da diocese de Roma.

(Reportagem de Philip Pullella)

Mais conteúdo sobre:
RELIGIAOPAPAESCONDIDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.