Leonhard Foeger/Reuters - 21/06/1998
Leonhard Foeger/Reuters - 21/06/1998

Papa Bento XVI assinará Decreto de Virtudes de João Paulo II

Confirmação faz parte do processo que leva à beatificação e posterior santificação do pontífice morto em 2005

ANSA,

17 Dezembro 2009 | 13h44

O papa Bento XVI assinará no próximo sábado o Decreto das Virtudes de João Paulo II, em mais uma etapa do processo que leva à beatificação e posterior santificação do pontífice morto em 2005.A  notícia  foi confirmada nesta quinta-feira, 17, pelo Vaticano.

 

Veja também:

linkHomem que tentou matar João Paulo II quer procurar emprego 

 

Em novembro, a Congregação para as Causas dos Santos havia aprovado a "Positio" de João Paulo II -- documento que reúne toda a investigação feita durante a primeira fase do processo, a diocesana, concluída em 2007.

 

A "Positio" foi então apresentada a Bento XVI, que concedeu o Decreto das Virtudes. Junto ao Decreto dos Milagres -- que atesta o reconhecimento oficial da Igreja Católica a um milagre realizado sob intersecção de João Paulo II -- o documento permitirá a santificação do papa falecido em 2005.

 

Ainda no sábado, Bento XVI também confirmará o Decreto das Virtudes para a beatificação do padre polonês Jerzy Popieluszko, que foi morto em 1984.

 

Na época, a Polônia lutava para se libertar do jugo da União Soviética e a maior força de oposição ao governo controlado por Moscou era o partido Solidarnosc (Solidariedade) -- criado nos anos 1970 por operários liderados por Lech Walesa (ganhador do Nobel da Paz em 1983 e que se tornaria presidente do país).

 

Popieluszko era membro do Solidariedade e foi preso, torturado e assassinado por funcionários do Ministério do Interior a partir de uma indicação da agência de espionagem russa KGB.

 

Para a santificação do padre polonês não é necessária a comprovação de um milagre, já que se trata do caso de um mártir.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.