Reuters
Reuters

Papa Bento XVI pede que comunidade internacional ajude Haiti

Pontífice fez uma chamada às nações para que se mobilizem em um apoio as vítimas do 'devastador terremoto'

Efe,

13 Janeiro 2010 | 10h18

O papa Bento XVI expressou nesta quarta-feira, 13, sua solidariedade às vítimas do terremoto do Haiti e fez uma chamada "à generosidade" da comunidade internacional para que se mobilize imediatamente, "para que não falte ajuda a estes irmãos e irmãs que vivem um momento de necessidade e de dor".

 

Veja também:

linkTerremoto de sete graus causa grande destruição no Haiti

linkVolta de 130 soldados no Haiti estava prevista para hoje

linkGrupo de alunos da Unicamp está no Haiti e passa bem

som Representante da OEA no Haiti fala sobre o terremoto

som Sismólogo alerta para novos tremores no Caribe  

 

O pontífice fez esta chamada diante de cerca de 9 mil fiéis que assistiram no Vaticano à audiência pública das quartas-feiras, onde qualificou a situação no Haiti por causa do terremoto ocorrido na terça-feira como "dramática".

 

"Faço uma chamada perante a dramática situação em que se encontra o Haiti. Meu pensamento está com a população tão duramente atingida pelo devastador terremoto ocorrido há algumas horas e que causou graves perdas de vidas e um grande número de desabrigados e desaparecidos, assim como ingentes danos materiais", disse o papa.

 

Bento XVI convidou os fiéis a se unir a ele para rezar pelas vítimas da catástrofe e pelos que choram seus entes queridos que morreram, e expressou sua solidariedade aos que perderam suas casas e a todas as pessoas atingidas por "esta grave calamidade", implorando a Deus consolo para seu sofrimento.

 

"Faço uma chamada à generosidade de todos, para que não falte a estes irmãos e irmãs que vivem um momento de necessidade e de dor nossa concreta solidariedade e o apoio efetivo da comunidade internacional", disse.

 

"A Igreja Católica se mobiliza imediatamente para, através de suas instituições de caridade, atenuar as necessidades mais imediatas da população", ressaltou o pontífice.

Mais conteúdo sobre:
Papa Bento XVI terremoto Haiti

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.