Reuters
Reuters

Papa convoca reuniões para debater pedofilia na Irlanda

Bento XVI participará da redação de uma carta destinada aos quatro milhões de católicos no país

ANSA,

20 Janeiro 2010 | 11h39

O papa Bento XVI convocou para os dias 15 e 16 de fevereiro novas reuniões com o episcopado irlandês, com os quais deverá retomar o escândalo dos sacerdotes da Igreja de Dublin envolvidos em casos de abuso de menores.

 

Veja também:

linkDois bispos irlandeses renunciam por acusações de pedofilia 

linkPapa se diz 'indignado' sobre padres pedófilos na Irlanda

linkIgreja irlandesa teve imunidade para esconder abusos sexuais

 

De acordo com o jornal britânico The Guardian, se prevê uma reunião com o Papa no primeiro dia de encontro. Também deve participar das discussões uma delegação da Congregação para a Doutrina da Fé.

 

Nas próximas reuniões deverá ser redigido também o conteúdo de uma carta aos cerca de quatro milhões de católicos da Irlanda, como já havia anunciado o Papa. O texto poderia ser lido pelos religiosos irlandeses em 17 de fevereiro.

 

O escândalo veio à tona após a publicação do relatório Murphy, que acusa líderes católicos da Irlanda de terem protegido mais de 170 sacerdotes pedófilos durante três décadas.

 

No último dia 11 de dezembro, após tomar conhecimento do conteúdo do documento, Bento XVI promoveu um primeiro encontro, no qual se disse "angustiado e indignado". Nas semanas posteriores, diversos bispos apresentaram as suas renúncias ao Pontífice.

Mais conteúdo sobre:
Papa Bento XVI pedofilia Irlanda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.