Papa discursará em monastério do século XIII na França

Bento XVI fará o discurso para 600 convidados em 12 de setembro, primeiro dia da sua visita à França

Ansa

01 de setembro de 2008 | 19h54

O papa Bento XVI discursará sobre a cultura e a ciência no próximo dia 12 de setembro, durante sua viagem à França, no monastério College des Bernardins, para 600 convidados, entre professores universitários e intelectuais. O monastério que receberá o evento foi construído no século XIII, e é o edifício gótico com mais prestígio de Paris depois da catedral de Notre Dame. No dia 5 de setembro, ele será aberto ao público por ocasião da visita do Pontífice, após seis anos de reconstrução, ao longo dos quais foram investidos cerca de 50 milhões de euros. A partir de 15 de setembro, dia em que o Pontífice concluirá sua visita à França, serão promovidas manifestações artísticas e culturais no local. Segundo o arcebispo de Paris, André Vingtrois, o monastério será "um centro de encontro e diálogo" no qual "a cultura será colocada a serviço do homem". O College será totalmente "aberto" e oferecerá "liberdade de palavra e de criação", explicou Vingtrois. O College des Bernardins receberá exposições de arte contemporânea, terá sala de cinema, biblioteca e sala de concertos e receberá festivais de música clássica e contemporânea. O projeto arquitetônico, idealizado por Hervé Baptiste e Jean-Michel Wilmotte, teve como objetivo preservar a beleza da estrutura original, caracterizada pela pureza de linhas, e dar um toque contemporâneo ao desenho. O novo monastério tem cinco mil metros quadrados. A única parte que sobreviveu à destruição depois da Revolução Francesa foi o antigo refeitório, que serviu de prisão, quartel de bombeiros e academia de polícia.

Tudo o que sabemos sobre:
bento xvireligiãofrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.