Papa diz que comunismo não funciona mais em Cuba

O papa Bento 16 afirmou nesta sexta-feira que o comunismo não funciona mais em Cuba e que a Igreja estava pronta para ajudar a ilha a encontrar novas maneiras de avançar sem "trauma".

REUTERS

23 Março 2012 | 10h17

Falando a bordo do avião que o leva da Itália para México e Cuba, o papa disse a repórteres que "hoje é evidente que a ideologia marxista na forma como foi concebida não corresponde mais à realidade".

Respondendo a uma pergunta sobre sua visita à ilha, um reduto comunista há mais de 60 anos e 145 quilômetros da costa dos Estados Unidos, o papa disse que "novos modelos devem ser encontrados com paciência e de uma maneira construtiva... queremos ajudar."

Bento 16, que deve chegar a Cuba na segunda-feira depois de uma visita de três dias ao México, pediu liberdade de consciência e religiosa para a ilha.

(Reportagem de Philip Pullella)

Mais conteúdo sobre:
RELIGIAOPAPACUBA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.