Papa diz que divisão dos cristãos é vergonhosa

Bento XVI disse que chegou o momento de apresentar a mensagem de reconciliação de Cristo

Efe,

15 de maio de 2009 | 05h22

O papa Bento XVI afirmou nesta sexta-feira, 15, em Jerusalém que todos os seguidores de Cristo devem "redobrar" os esforços "para aperfeiçoar a comunhão" (unidade), já que a divisão "é uma vergonha".

 

No último dia de sua peregrinação pela Terra Santa, Bento XVI disse que chegou o momento de apresentar a mensagem de reconciliação de Cristo, porque os cristãos "experimentam a vergonha da nossa divisão".

 

"Temos de encontrar a força de redobrar nosso compromisso para aperfeiçoar nossa comunhão, para torná-la completa", afirmou o bispo de Roma.

 

O papa participou nesta sexta-feira de um encontro ecumênico no Patriarcado Greco-Ortodoxo de Jerusalém, onde se reuniu com o patriarca ortodoxo Teófilo III.

 

Após este encontro, Bento XVI se transferiu ao Santo Sepulcro. O papa sempre disse que a separação dos cristãos é uma ofensa a Deus e um pecado.

Tudo o que sabemos sobre:
Bento XVIpapa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.