Papa diz que soberba leva à autodestruição do homem

Bento XVI acrescentou que esse caminhou não leva 'ao céu, nem à felicidade, nem a Deus'

Efe

22 de outubro de 2008 | 15h11

O papa Bento XVI disse nesta quarta-feira, 22, que a soberba não leva o homem "nem à felicidade, nem ao céu, nem a Deus, mas à autodestruição, e que, pelo contrário, a humildade de Cristo, "que contrasta com a soberba humana" é a expressão do amor divino. Bento XVI fez estas declarações diante de cerca de 20 mil pessoas que assistiram na Praça de São Pedro à audiência pública das quartas-feiras, cuja catequese foi dedicada novamente à figura de São Paulo, por ocasião dos 2 mil anos do nascimento do santo. Explicando os textos de Paulo de Tarso referentes à cristologia, o papa disse que Cristo se humilhou até a morte e assumiu a condição de servo para alcançar a glória de Deus. "Isso contrasta com a pretensão de Adão, que queria se transformar em Deus, e com os construtores da torre de Babel, que queriam por si sós edificar a ponte para o céu e se transformar eles mesmos em divinidade", acrescentou o papa. O pontífice acrescentou que essa iniciativa de soberba acabou na autodestruição, "já que não se chega assim ao céu, nem à felicidade, nem a Deus". Bento XVI disse que o gesto de Cristo "é exatamente o contrário: nada de soberba, mas humildade, que é a realização do amor e o amor divino". O papa disse que Paulo de Tarso não se preocupou tanto de contar os fatos isolados da vida de Jesus, mas de anunciar Cristo à comunidade nascente como o "senhor", vivo e presente entre nós. "Cristo é um ser vivo, não o princípio abstrato de uma mensagem doutrinal. É a pessoa que nos ama, nos escuta e nos responde. Este é o princípio para realmente compreender a mensagem e encontrar o caminho da história", afirmou o papa. O pontífice acrescentou que "Ele é o mesmo, encarnado, crucificado, ressuscitado e vivo", e que, para compreendê-lo, é preciso levar em conta "a idéia da sabedoria preexistente ao mundo da qual fala o Antigo Testamento".

Tudo o que sabemos sobre:
Bento XVIreligião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.