Papa e premiê do Kuwait analisam situação no Oriente Médio

O papa Bento XVI se reuniu nesta segunda-feira, 23, no Vaticano com o primeiro-ministro do Kuwait, o xeque Nasser Mohamad al-Ahmad Al-Sabah, com quem analisou a situação no Oriente Médio e o diálogo entre as religiões na região, informou a Santa Sé.

Efe,

23 Novembro 2009 | 13h58

 

"Durante o cordial colóquio foram ressaltadas as ótimas relações bilaterais entre a Santa Sé e o Kuwait e foram analisados temas de interesse comum, entre eles a promoção da paz e do diálogo entre as religiões no Oriente Médio", informou o Vaticano em comunicado. Também ressaltaram a "positiva" contribuição que a "significativa minoria cristã" representa para a sociedade do Kuwait.

 

A reunião do pontífice com o xeque foi realizada na biblioteca privada do papa, onde conversaram a sós durante 25 minutos. O primeiro-ministro kuwaitiano presenteou o papa com um antigo Corão escrito a mão. O papa o correspondeu com uma gravura de Roma.

 

Após a audiência, Al-Sabah se reuniu com o secretário de Estado (primeiro-ministro) do Vaticano, o cardeal Tarcisio Bertone, e com o "ministro de Assuntos Exteriores" da Santa Sé, o arcebispo Dominique Mamberti.

Mais conteúdo sobre:
PapaKuwaitOriente Medio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.