Papa faz apelo urgente para acabar com a violência na Síria

O papa Bento 16 fez um apelo pelo fim da violência na Síria neste domingo e pediu as potências mundiais para não pouparem esforços para ajudar a resolver o conflito.

Reuters

29 Julho 2012 | 09h18

"Estou acompanhando os trágicos e crescentes episódios de violência na Síria com uma triste sequência de mortos e feridos, também entres civis", disse o papa depois sua bênção semanal. "Renovo um apelo urgente para o fim de toda violência e derramamento de sangue."

Falando em seu retiro de verão no Castelo Gandolfo, ele pediu a vizinhos da Síria para ajudar os refugiados a escapar da violência e garantir todas as medidas necessárias para que eles recebem assistência humanitária.

Ele disse ainda que as potências mundiais devem fazer tudo o que puderem para restabelecer a paz por meio do diálogo para chegar a uma solução para o conflito político.

(Reportagem de Catherine Hornby)

Mais conteúdo sobre:
PAPA SIRIA APELO VIOLENCIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.