Papa Francisco quer que Igreja 'aja decisivamente' contra abuso sexual

O papa Francisco quer que a Igreja Católica "aja decisivamente" para eliminar os abusos sexuais de crianças por padres e garantir que os responsáveis enfrentem o processo devido, disse o Vaticano nesta sexta-feira.

Reuters

05 Abril 2013 | 09h18

Autoridades do Vaticano disseram que Francisco, em uma reunião com o chefe de doutrina da Santa Sé, arcebispo Gerhard Muller, declarou que combater o abuso sexual é importante "para a Igreja e sua credibilidade".

Francisco herdou uma Igreja manchada por problemas e envolvida num grande escândalo de abusos sexuais de crianças cometidos por padres.

(Reportagem de Philip Pullella)

Mais conteúdo sobre:
RELIGIAOPAPAACAOABUSOSEXUAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.