Papa lembra 'calorosa acolhida' dos brasileiros em oração do Ângelus

Ao ver a Praça São Pedro cheia de fiéis, Francisco disse: 'Parece o Rio'

O Estado de S. Paulo,

04 Agosto 2013 | 10h29

Em seu primeiro Ângelus após retornar da Jornada Mundial da Juventude, no Rio, o papa Francisco lembrou neste domingo da calorosa acolhida que recebeu dos brasileiros durante o evento e disse, ao olhar a Praça São Pedro cheia: “Parece o Rio de Janeiro”.

O papa chamou os brasileiros de “pessoas boas, com um enorme coração e generosas” e disse que não se esquecerá da “calorosa acolhida”.

Francisco descreveu a jornada como mais uma etapa na “peregrinação dos jovens através dos continentes com a cruz de Cristo” e pediu para que o evento não seja considerado apenas como um momento de entusiasmo, um “fogo de artifício”.

Assim como falou várias vezes no Brasil, o papa Francisco neste domingo mais uma vez falou sobre o risco do consumismo e das vaidades. Ele disse que os jovens “são particularmente sensíveis ao vazio de significado e de valores que os circunda e do qual pagam as consequências”. 

Para evitar isso, insistiu na importância do “encontro com Jesus, na grande família que é a Igreja”. Segundo ele, “esta experiência deve enfrentar a vaidade cotidiana, o veneno do vazio que se insinua nas nossas sociedades baseadas no lucro e no ter, que iludem os jovens com o consumismo.”

* Com informações das agências internacionais e da Rádio Vaticana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.