Papa manifesta no Twitter apoio a manifestação antiaborto nos EUA

O papa Francisco usou sua conta no Twitter para dar apoio à manifestação anual nos Estados Unidos contra o aborto, a Marcha pela Vida, que deve atrair dezenas de milhares de ativistas a Washington nesta quarta-feira.

Reuters

22 Janeiro 2014 | 18h17

"Eu me uno à Marcha pela Vida em Washington com minhas orações. Que Deus possa nos ajudar a respeitar toda vida, especialmente a mais vulnerável", disse ele em mensagem no Twitter que foi rapidamente replicada milhares de vezes.

O pontífice nascido na Argentina tem 11,5 milhões de seguidores em sua conta no Twitter em várias línguas, @pontifex.

A manifestação de Washington é um dos eventos-chave do movimento pró-vida nos Estados Unidos, onde o aborto é uma da questões mais polarizadoras na política.

No começo do mês, Francisco qualificou o aborto de "horroroso", usando termos dos mais fortes sobre o assunto desde sua eleição para o papado, em março.

Francisco alarmou alguns conservadores em setembro com comentários em uma entrevista a uma revista dos jesuítas, nos quais sugeria que a Igreja deveria se livrar da "obsessão" com certos temas divisionistas, como aborto, contracepção e homossexualidade.

(Reportagem de Naomi O'Leary)

Mais conteúdo sobre:
RELIGIAO PAPA ABORTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.