Papa nomeia secretário pessoal para supervisionar banco do Vaticano

O papa Francisco nomeou nesta quinta-feira seu secretário pessoal para supervisionar as atividades do banco do Vaticano, em um sinal de que o pontífice quer manter um firme controle das ações para limpar as operações e a imagem da instituição.

Reuters

28 Novembro 2013 | 13h35

Alfred Xuereb, um prelado de Malta, de 55 anos, será responsável pelo acompanhamento de duas comissões criadas pelo papa para supervisionar o banco, as finanças e a estrutura econômica da Santa Sé, disse o Vaticano em comunicado.

Desde sua posse, em março, Francisco tomou providências para enfrentar anos de escândalos financeiros envolvendo o banco do Vaticano, formalmente conhecido como Instituto para as Obras de Religião, que está sob investigação por suspeita de lavagem de dinheiro.

Xuereb manterá o papa informado sobre o trabalho das comissões e qualquer medida que for necessária tomar, de acordo com o Vaticano.

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse a repórteres que Xuereb já estava desempenhando esse papel extra-oficialmente havia algum tempo, mas agora terá condições de agir de modo mais efetivo.

O Vaticano assinou um acordo com a Itália para a troca de informações financeiras e serviços bancários, e o banco da Igreja abriu um site e começou a publicar relatórios anuais, em um esforço para aumentar a transparência.

(Reportagem de Gavin Jones)

Mais conteúdo sobre:
RELIGIAOVATICANOPAPABANCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.