AP
AP

Papa nomeia uma mulher para cargo no Conselho Pontifício

Vaticano diz que nomeação 'demonstra empenho da Igreja na promoção dos direitos da mulher no mundo'

ANSA,

21 de janeiro de 2010 | 11h23

O papa Bento XVI designou a italiana Flaminia Giovanelli para a Subsecretaria do Pontifício Conselho Justiça e Paz, o que a torna a primeira mulher laica a ocupar o cargo neste dicastério.

 

Veja também:

linkPapa convoca reuniões para debater pedofilia na Irlanda 

 

Giovanelli, que há 36 anos está há serviço deste conselho, é de Roma e tem 62 anos. Além de ser formada em Ciências Políticas, ela também possui o diploma de Biblioteconomia, e fala corretamente o francês, o espanhol e o inglês.

 

No decorrer de sua carreira, Giovanelli se especializou nas políticas de desenvolvimento e trabalho da Organização Internacional do Trabalho (OIT), do Conselho da Europa, da União Europeia, do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (Ecosoc) e da Comissão Econômica da ONU para a Europa (Unece).

 

Em nota, o presidente deste Conselho Pontifício, cardeal Peter Kodwo Appiah Turkson, ressaltou a importância desta nomeação, que "confirma a grande confiança da Igreja e do Santo Padre Bento XVI na mulher".

 

Uma escolha que "demonstra o empenho da Igreja na promoção da dignidade e dos direitos da mulher no mundo, questões das quais este Dicastério se ocupa", completa o comunicado.

 

A primeira laica a desempenhar tal papel foi Rosemary Goldie, que em 1966 foi nomeada subsecretária do Pontifício Conselho para os Leigos. Atualmente, a irmã Rosanna Enrica desempenha a mesma função na Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.