<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1659995760901982&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Andrew Medichini/AP
Andrew Medichini/AP

Papa nomeia vítima para grupo de prevenção de abusos sexuais na Igreja

Marrie Collins ficou conhecida por caso de abuso na Irlanda na década de 1960

Reuters

22 de março de 2014 | 14h22

VATICANO - O papa Francisco designou neste sábado uma vítima de abuso sexual por parte de um sacerdote para fazer parte de grupo criado para ajudar a Igreja Católica a investigar o problema da pedofilia na instituição.

Selecione uma opção abaixo para continuar lendo a notícia:
Já é assinante Estadão? Entrar
ou
Não é assinante?
Escolha o melhor plano para você:
Sem compromisso, cancele quando quiser
Digital Básica
R$
4, 90
/ mês
Nos três primeiros meses
R$ 9,90/mês a partir do quarto mês
  • Portal Estadão.
  • Aplicativo sem propaganda.
Digital Completa
R$
1, 90
/ mês
Nos três primeiros meses
R$ 19,90/mês a partir do quarto mês
Benefícios Digital Básica +
  • Acervo Estadão 146 anos de história.
  • Réplica digital do jornal impresso.
Impresso + Digital + Voucher R$50 Centauro
R$
22, 90
/ mês
No primeiro ano
R$ 56,90/mês a partir do segundo ano
Benefícios Digital Completa +
  • Jornal impresso aos finais de semana.
  • Voucher de R$50,00 na Centauro.
Tudo o que sabemos sobre:
Igreja católicapapapedofilia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.