Papa reza por vítimas do 11 de setembro e condena crimes de ódio

O papa Bento XVI rezou no domingo pelas vítimas dos ataques de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, e pediu que resolvam seus problemas aqueles que se sentirem tentados a recorrer ao ódio e à violência.

REUTERS

11 Setembro 2011 | 09h13

O papa ofereceu missas pelas vítimas e suas famílias durante uma visita à cidade de Ancona.

Ele pediu que as pessoas para "repelir sempre a violência como solução para os problemas, e resistir à tentação de recorrer ao ódio, mas sim trabalhar dentro da sociedade e inspirar-se nos princípios da solidaridade, justiça e paz".

Mais conteúdo sobre:
PAPAVITIMAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.