Papa vai se despedir dos fiéis no dia 27 de fevereiro

Nesta quarta, Bento XVI realizará a celebração das Cinzas, cerimônia que marca o início do tempo litúrgico da Quaresma

O Estado de S.Paulo,

12 Fevereiro 2013 | 15h11

O papa Bento XVI vai manter o seu calendário de atividades durante este mês, antes da sua renúncia ao pontificado, e deve despedir-se dos fiéis no próximo dia 27, na sua última audiência geral, segundo informações da Agência Ecclesia, agência de notícias da igreja católica.

O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo porta-voz do Vaticano, em uma coletiva de imprensa, durante a qual ele descartou a existência de qualquer doença como justificativa para a renúncia de Bento XVI.

O papa anunciou nesta segunda-feira que deixará o cargo no próximo dia 28 devido a sua "idade avançada" e falta de "forças".

Segundo o porta-voz do Vaticano, o cansaço provocado pela viagem de Bento XVI ao México e Cuba, em março de 2012, constituiu uma etapa de "amadurecimento" na decisão de renunciar ao pontificado.

Cinzas. O papa vai receber, até ao dia 28, bispos da Itália, os presidentes da Romênia e da Guatemala, para além de presidir a oração dominical do Angelus (dias 16 e 23) e as audiências públicas semanais (13, 20 e 27).

Já esta quarta-feira, além da audiência geral, Bento XVI vai presidir a celebração das Cinzas, cerimônia que marca o início do tempo litúrgico da Quaresma e que foi mudada para a Basílica de São Pedro por causa da previsão de um grande número de fiéis que vão acompanhar. Essa cerimônia costumava ser feita no monte Aventino, uma das sete colinas de Roma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.