"Papai Noel" e "Ajudante" descobertos além de Plutão

Duas equipes de astrônomos observaram um novo planetóide nos limites do Sistema Solar, informa o website da revista científica Nature. Trata-se do objeto mais brilhante na região, depois do planeta Plutão, e tem sua própria lua.Nos últimos tempos, astrônomos descobriram vários corpos na região conhecida como cinturão de Kuiper, que se estende para além da órbita de Netuno, incluindo os planetóides Quaoar e Varuna. O mais recente foi apelidado de Papai Noel.A classificação oficial é 2003 EL61, observado pela primeira vez por uma equipe espanhola, em 2003. Outro time, americano, voltou a ver Papai Noel em 2004.Segundo os espanhóis, 2003 EL61 tem pelo menos 1.500 km de diâmetro, o que o torna maior que Caronte, a lua de Plutão, e que os demais objetos do cinturão de Kuiper já observados.Papai Noel é tão brilhante que talvez seja possível vê-lo com um telescópio amador, dizem os americanos.A equipe dos EUA também observou que o planetóide tem uma pequena lua, que o orbita uma vez a cada 49 dias, a uma distância de 50.000 km.Nota do Editor: Este texto foi alterado em 15/08/05 para correções no título e no último parágrafo

Agencia Estado,

29 de julho de 2005 | 14h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.