Parques paulistas terão investimento de US$ 15 milhões

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), sancionou na terça-feira projeto de lei que autoriza o Estado a contrair empréstimo de US$ 10 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para executar o programa Desenvolvimento do Ecoturismo na Região da Mata Atlântica, da Secretaria do Meio Ambiente. ?Serão mais US$ 5 milhões em contrapartida do governo estadual a serem investidos no Vale do Ribeira e no Parque Estadual de Ilhabela?, disse o secretário do Meio Ambiente, José Goldemberg.O financiamento do BID, que tem prazo de quatro anos, visa a melhorar a infra-estrutura dos cinco mais importantes parques do Vale do Ribeira, além do Parque Estadual de Ilhabela. ?Vamos encorajar a construção de pousadas nos municípios, estradas de acesso, abrir trilhas e criar condições para que esses parques passem de 167 mil visitantes ao ano para 250 mil ainda neste governo?, afirmou Goldemberg.Os municípiosO dinheiro será investido nos parques Carlos Botelho (municípios de Sete Barras, São Miguel Arcanjo, Capão Bonito e Tapiraí), Intervales (Guapiara, Iporanga e Sete Barras), Ilha do Cardoso (Cananéia), Alto Ribeira ? o Petar ? (Iporanga e Apiaí) e Jacupiranga (Jacupiranga, Barra do Turvo, Iporanga, Eldorado, Cananéia e Cajati).O objetivo é garantir que esses equipamentos e o parque de Ilhabela tenham bares, banheiros e lanchonetes, como ocorre no Horto de Campos do Jordão, serviço personalizado de atendimento ao turista e visitas guiadas. ?Afinal nossos parques são magníficos e servirão para grande atividade de ecoturismo?, disse Goldemberg.Segundo o secretário, a iniciativa do governo vai permitir a abertura de 5 mil empregos diretos. Apesar de ser uma das regiões mais pobres do Estado, o Vale do Ribeira abriga a maior área da preservação da mata atlântica do País e tem uma das maiores concentrações de cavernas da América Latina.

Agencia Estado,

26 de novembro de 2003 | 11h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.